Buscar...

Empreendedorismo Todos

Transforme a Sazonalidade em uma Vantagem

Renata Furtner

A sazonalidade pode ser definida como qualquer fator externo que afeta os resultados financeiros de uma empresa. Esses fatores podem afetar seu negócio de duas maneiras: negativamente ou positivamente.

A maioria dos empresários encara a sazonalidade como um momento de desespero e fracasso. Mas podemos tirar proveito dessas situações e gerar grandes oportunidades de negócio.

Como Transformar a Sazonalidade Negativa em Positiva:

Para saber o que fazer em épocas de sazonalidade negativa é importante realizar um planejamento com visão anual.  Essa é a única forma de prever e lidar com as oscilações do seu negócio. Identificar os períodos de quedas e definir estratégias para enfrentar os momentos de crise podem tornar esse período positivo.

Lembre-se que nessas épocas seus concorrentes também vendem menos, mas seus consumidores não sumiram. Isso quer dizer que se você trabalhar do jeito certo terá uma enorme vantagem competitiva.

Uma tática a ser utilizada independente do seu negócio é a inserção de produtos complementares.

Um exemplo simples mas de fácil entendimento são as sorveterias, que no inverno sofrem uma queda significativa em seu faturamento. Isso pode ser revertido com a oferta de produtos alternativos, como café e chocolate quente, por exemplo.

Para identificar quais produtos podem suprir este período é preciso analisar as causas dos períodos sazonais elaborar um planejamento de adaptação.

Um outro fator que negócios sazonais precisam se atentar para diminuir o impacto dos períodos negativos é reforçar o estoque dos produtos ou matérias primas. Trabalhar de maneira preventiva pode evitar faltas e prejuízos.

Além, claro, de ter uma reserva de capital para meses de emergência. 

Como Aproveitar Sazonalidades Positivas:

Após identificar os períodos sazonais e suas causas, as empresas podem transformar suas preocupações em grandes oportunidades.

Tenha sempre em mente que essas épocas devem ser alinhadas e inseridas em sua organização como um todo. Isso incluí colaboradores, matéria prima e estratégias de marketing.

Se for fazer uma ação de Black Friday, por exemplo, é fundamental ter colaboradores e matéria prima suficiente para atender sua demanda. Nunca deixe que a falta desses elementos gere uma imagem negativa do seu negócio.

Prepare seu estoque, maquinário, matéria prima, mão de obra e principalmente a logística caso seus produtos e serviços demandem deslocamento.

Em períodos de boa sazonalidade vale a pena aumentar os investimentos em marketing e estimular ainda mais sua demanda.

Pense em faturamento anual

Pare de pensar em faturamento mensal e comece a pensar em faturamento anual.

Estabeleça os objetivos de faturamento com uma média mensal e faça os meses de sazonalidades positivas compensarem os meses de sazonalidades negativas.

A mesma regra deve ser aplicada para os investimentos em marketing. Não adianta investir 100% nos meses de queda. Em vez disso, invista 150% nos meses de alta e 50% nos meses de queda, por exemplo.

Para lidar com a sazonalidade a regra é clara: planejamento estratégico e financeiro.

Tipos de Sazonalidades

As épocas sazonais são responsáveis por mudar o comportamento de consumo de vários produtos e serviços durante o ano.

Podemos listar os tipos de sazonalidades que ocorrem no mercado:

Diária: São comportamentos nítidos de consumo ao longo do dia. Como por exemplo as padarias que tem seu maior fluxo no período da manhã ou os restaurantes que tem o horário do almoço como ponto alto.

Semanal: Comportamentos com maior intensidade em determinado período da semana. Por exemplo, academias que tem um fluxo maior no começo da semana com a entrada de novos alunos ou recomeço de antigos. Ao contrário dos bares que tem seu maior fluxo ao final da semana.

Mensal: Supermercados e varejo em geral possuem uma alta nas vendas próximo às datas em que a maioria da população recebe o salário;

Anual: Estações do ano ou datas comemorativas. Verão, Inverno ou Natal e Páscoa, por exemplo.

Climáticas: Períodos de chuva ou de seca podem impactar diretamente nas matérias primas como alimentos, frutas e vegetais. Então é importante ter sempre isso no radar do seu planejamento, para que seu estoque esteja de acordo com suas vendas. Além disso produtos sazonais mal planejados podem ter preços elevados e causar prejuízo para a empresa ou impacto no preço final para os clientes.

Datas Sazonais Importantes:

Algumas datas sazonais são extremamente importantes e é bastante comum que elas sejam também os melhores períodos de vendas de uma empresa:

Carnaval: No carnaval é natural termos um aumento nas vendas de fantasias, decoração para festas, bebidas alcoólicas e preservativos;

Volta às aulas: Aumento expressivo nas vendas de materiais escolares, cadernos, canetas. As escolas voltam a ficar movimentadas e os serviços de vans escolares voltam a funcionar;

Páscoa: Aumento  do consumo de chocolates e em especial ovos e kits de páscoa. Produtos como os ovos de páscoa são tão sazonais que sequer são vendidos em outras épocas do ano.

Dia das mães: Uma das mais importantes datas do varejo, o dia das mães gera um aumento expressivo nas vendas de produtos femininos como cosméticos, roupas, bolsas, acessórios, eletrônicos e eletrodomésticos;

Dia dos pais: Outra data extremamente importante para o varejo, nela vemos um aumento considerável no consumo de produtos masculinos como roupas, calçados e eletrônicos;

Dia das crianças: É expressivo o aumento nas vendas de produtos e serviços direcionados ao público infantil, especialmente brinquedos, parques e tudo que for relacionado ao lazer;

Dia dos namorados: Acontece um aumento significativo no número de reservas em restaurantes e motéis, além de existir uma alta demanda por vinho, passeios românticos e outros presentes;

Black Friday: Tem se tornado uma das maiores datas do e-commerce, tanto no Brasil quanto no mundo. A Black Friday é conhecida por seus descontos agressivos e ótimas ofertas. A tendência é que seja uma das mais importantes datas do segundo semestre atrás apenas do Natal;

Natal: É a maior data do varejo no Brasil. Praticamente todas as famílias das classes A, B ou C trocam presentes, gerando um aumento bastante expressivos em diversas categorias de produtos;

Inverno: Vendas de roupas de frio, agasalhos, chás, foundie, vinhos e outros produtos;

Verão: As altas temperaturas estimulam o consumo de cerveja, sorvete, a prática de esportes aquáticos e movimentando as praias pelo Brasil;

Olimpíadas e Copas do Mundo: É uma época que apesar de acontecer apenas de 4 em 4 anos movimenta agressivamente a indústria de materiais e camisetas esportivas. Além, claro, de calçados especiais e academias para prática de esporte;

Conheça uma empreendedora que aprendeu a lidar com a sazonalidade do seu negócio.

*Texto escrito com colaboração de Tamires Barbosa

Comentários

cComentários

Renata Furtner
Renata Furtner

Psicóloga, especializada em Neuromarketing e Comportamento do Consumidor. Citação favorita: "Seja gentil sempre que possível. Sempre é possível."

  • 1

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *